Quatro pessoas são presas por trote que deixou cerca de 20 alunos com queimaduras na UFPR de Palotina

Eles foram presos em flagrante e irão responder por lesão corporal grave e constrangimento. Foto: Catve

Quatro pessoas que participaram do trote que deixou mais de 20 alunos feridos em Palotina, no Oeste do Paraná, na quarta-feira (30) foram presos na tarde desta quinta-feira (31) pela Polícia Civil. São dois homens, ambos de 21 anos, uma mulher, também de 21, e outra de 23 anos. De acordo com a polícia, eles são os principais envolvidos no ato.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Pedro Lucena, eles foram presos em flagrante e irão responder por lesão corporal grave e constrangimento. Ele explica ainda que os quatro foram identificados pelos alunos que sofreram o ataque.

Os dois rapazes serão encaminhados para o Depen de Assis Chateaubriand e as duas moças ficarão presas na prisão feminina de Palotina aguardando audiência com o juiz.

O que diz a UFPR

“A Universidade Federal do Paraná adota a posição institucional do trote sem violência, na conscientização dos alunos de que a recepção aos calouros deve ser um momento de alegria e integração com os veteranos. A UFPR não tolera nenhum tipo de violência e o episódio infeliz envolvendo calouros em Palotina é um caso isolado. A direção do Setor Palotina já abriu o processo de apuração de responsabilidade sobre esta ação de trote violento que resultou em queimaduras nos calouros.

O Reitor Ricardo Marcelo Fonseca enfatiza: “em primeiro lugar me solidarizo com os calouros e suas famílias, que deveriam estar em um momento de comemoração, alegria e não de dor. Porém, ressalto que a UFPR está indignada e que tomaremos rigorosas e imediatas medidas de apuração de responsabilidades, na medida que temos tolerância zero com relação ao trote violento e todas as demais formas de violência física, verbal ou mesmo simbólica”.

O estudante ou membro da comunidade que presenciar qualquer ato violento, discriminatório ou constrangedor com relação à recepção dos calouros pode realizar denúncia pelo telefone 41-984021131 ou por meio dos endereços de e-mail alertatrote@ufpr.br e acolhe.sipad@ufpr.br”

Redação Portal RDX

Ler anterior

Falecimento de Artur da Cunha Pitta

leia a próxima

Pagamento do 13º para aposentados e pensionistas do INSS começa este mês; veja calendário