Unidade prisional é interditada após 67 detentos testarem positivo para Covid-19 em Porto União

Casos foram confirmados durante o fim de semana e interdição deve durar 30 dias. Foto: VVale/Arquivo.

Após o anúncio de que 67 detentos e um servidor estão contaminados pelo coronavírus na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Porto União, o local foi interditado pela Justiça nesta segunda-feira (1º).

Conforme a decisão da juíza Letícia Bodanese Rodegheri, a interdição é temporária e deve durar 30 dias. Dessa forma, fica proibido o recebimento de detentos provisórios e definitivos na unidade durante o período.

Além disso, fica prorrogado o prazo das saídas temporárias aos apenados que se encontram no benefício, que devem voltar à instituição somente a partir de 31 de março.

De acordo com a juíza, a interdição da UPA tem a finalidade de melhorar o controle e o tratamento dos detentos positivados e também de promover um melhor monitoramento dos casos negativos. A unidade tem 148 detentos no total.

Ainda, segundo a magistrada, a Secretaria Municipal de Saúde informou que os detentos que positivaram estão sendo devidamente medicados e apresentam sintomas leves.

Com informações ND Mais

Redação Portal RDX

Redação Portal RDX

Leia o anterior

PRF apreende mais de 5 mil garrafas de vinhos importadas irregularmente

Ler próximo

Empresa de manutenção agrícola sofre furto durante a madrugada em São Mateus do Sul