Detran alerta sobre venda de CNH falsa

Único meio de se obter uma CNH é pelos meios legais, realizando as provas no Detran.

Na última segunda-feira (1º), funcionários do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) desconfiaram da autenticidade de uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apresentada para renovação por um usuário no atendimento em Curitiba. Após constatada a irregularidade, policiais da Assessoria Militar do Detran o encaminharam para a central de flagrantes da Polícia Civil (PCPR).

“A capacitação dos nossos colaboradores e o investimento em novas tecnologias tem nos auxiliado em situações como esta. Infelizmente a prática de vendas de CNH falsa ainda é muito ativa no país”, comentou o diretor geral da Autarquia, Wagner Mesquita. “Parece óbvio, mas é sempre bom lembrar que a única maneira de se obter uma CNH é realizando os procedimentos legais em uma auto escola e realizando as provas no Detran”, completa.

O golpe é aplicado por quadrilhas que oferecem a CNH por um valor maior, entre três e sete mil reais, porém sem a necessidade de cumprir os requisitos de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), facilitando a emissão do documento sem passar pelo processo obrigatório.

A prática para “burlar” o processo ainda é bastante ativa no Estado. Os golpistas estão cada vez mais audaciosos, publicando a venda do documento em redes sociais e aplicativos. Os documentos são muito próximos aos originais, chegando a possuir até mesmo um QRCode. Porém, os documentos falsos não são impressos em papel moeda e não possuem as diversas camadas de segurança, como os originais.

Portanto, o Detran-PR, orienta que o processo de 1º habilitação deve seguir as etapas obrigatórias para a obtenção do documento, como as aulas e provas teórica, prática, e exames médicos e psicológicos que são essenciais para a formação de um condutor. Todos seguidos do auxílio e preparação de uma auto escola credenciada junto ao departamento.

Para denunciar qualquer irregularidade ou crimes relacionados a veículos ou documentos de trânsito, ligue para 0800 643 73 73.

Redação Portal RDX

Redação Portal RDX

Leia o anterior

Governo cancela ponto facultativo no Carnaval

Ler próximo

Copel pretende investir R$ 9 milhões em São João do Triunfo