De virada, Coritiba goleia o Maringá e conquista o título do Campeonato Paranaense

Após sair atrás no primeiro tempo, Coxa tem segundo tempo avassalador no Couto Pereira. Foto: Geraldo Bubniak/AGB.

Um grito preso na garganta nos últimos cinco anos. Hoje (3), ele saiu. Com o Couto Pereira lotado, o Coritiba bateu o Maringá por 4 a 2, de virada, e conquistou o seu  39º título Paranaense — o clube com mais títulos do estadual. Alef Manga e Igor Paixão, duas vezes, e Gamalho anotaram os gols do título Alviverde. Na ida, o Coxa venceu por 2 a 1.

Nas arquibancadas, o torcedor Alviverde fez sua parte. Após atingir a marca de 34 mil sócios, um verdadeiro “inferno verde” para recepcionar os jogadores assim que entraram em campo. 28.919 pessoas no Couto Pereira. O melhor público da equipe nessa temporada.

Coritiba inicia o jogo na pressão; Maringá aproveita falha e sai na frente

Embalado pela torcida, o Coritiba iniciou a decisão na pressão. Com maior posse de bola, o Alviverde procurou achar os espaços e sufocar o Maringá. Aos 5′, Manga viu Egídio livre pelo lado esquerdo. O lateral avançou e fez o cruzamento. Na área, Léo Gamalho subiu para cabecear e exigir uma boa defesa do goleiro Dheimison

A resposta do Maringá foi com um dos destaques nessa campanha: o atacante Saraiva. Pela direita, ele entortou dois, invadiu a área e arriscou um chute forte, que acabou sendo bloqueado pela marcação. Um lance de muito perigo.

Melhor no jogo, o Coxa viu tudo ficar aberto aos 15′. Em erro de Willian Farias na saída de bola, Matheus Bianqui ficou com a bola, avançou, entrou na área e mandou uma bomba para vencer o goleiro Alex Muralha. O resultado levava o jogo para a decisão por pênaltis.

Os comandados de Morínigo tentaram manter o ritmo. Porém, foi o adversário que quase marcou o segundo. Aos 22′, Alemão armou o contra-ataque, ganhou da marcação e arriscou de longe. A bola carimbou o travessão. Aos 31′, o Alviverde criou uma grande chance. No abafa, Egídio recebeu a bola pela esquerda, na área. Ele arriscou um chute rasteiro cruzado, que venceu Dheimison. Porém, a zaga conseguiu tirar na linha.

Um Coxa avassalador, que garante o título

Precisando de um gol, o Coritiba teve um início avassalador no segundo tempo. Com um minuto, Igor Paixão cobrou escanteio na área. A bola desviou e sobrou no segundo pau para Alef Manga, que mandou uma bomba para igualar o placar e deixar o Coxa com uma mão no título.

E não parou por aí. No ataque seguinte, Warley fez grande jogada pela direita e fez o cruzamento na área. Igor Paixão apareceu para estufar as redes e virar o placar. Aos 8′, o destaque do Coxa no Estadual aproveitou a bobeira do Maringá, marcou o terceiro e chegou na artilharia com sete gols marcados. Três gols em menos de oito minutos.

Após um primeiro tempo competitivo, o Maringá sentiu os gols, descontou com mais um, mas não foi o suficiente. Aos 39′, Gamalho emendou uma bomba, marcou o seu e garantiu o 39º título do Campeonato Paranaense para o Coritiba.

Redação Portal RDX

Ler anterior

Falecimento de Silvestre Kwiatkowski

leia a próxima

Empresário Leopoldo Gogola falece neste domingo (3)