SAMU completa seis meses na região e ultrapassa 2.600 atendimentos

O SAMU Vale do Iguaçu completa seis meses de implantação na região do Vale do Iguaçu, alcançando a marca de 2.680 atendimentos, realizados por uma equipe cada vez mais experiente e qualificada, que coloca a vida em primeiro lugar.

Com sedes em Bituruna, Cruz Machado, General Carneiro, São Mateus do Sul e União da Vitória o SAMU Vale do Iguaçu atende também aos municípios de Antônio Olinto, Paula Freitas, Paulo Frontin e Porto Vitória, disponibilizando à população de toda a região os melhores recursos para os atendimentos a casos de urgência e emergência com ambulâncias de suporte básico (USB) e suporte avançado USA-UTI móvel.

Os atendimentos na região são feitos por equipe composta por profissionais especialistas, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e motoristas-socorristas, que estão à disposição da população 24 horas por dia, para emergências clínicas, traumáticas, psiquiátricas, obstétricas, pediátricas, transferências hospitalares, entre outras intercorrências.

Responsável pela gestão do SAMU, a empresa Uni-SOS Emergências Médicas tem investido no aperfeiçoamento e na qualificação profissional das equipes, o que é um cuidado constante, como o recente Treinamento de Traumas, que contou com cerca de 80 participantes, já que este é o segundo maior motivo dos acionamentos, depois do clínico.

De acordo com o Prefeito de União da Vitória, que também é Presidente do CISVALI, Bachir Abbas, a implantação do SAMU na região supriu uma carência que havia em todos os municípios na área da Saúde.

“Hoje, com o SAMU, temos um atendimento diferenciado, pois contamos com uma equipe completa, com enfermeiros, médicos e técnicos que estão preparados para fazer o primeiro atendimento, além do transporte rápido que pode salvar vidas, como o transporte aéreo e a UTI móvel, que podem levar os pacientes para assistência médica em grandes centros, e que já salvaram muitas vidas de toda a região da AMSULPAR”, afirma Bachir Abbas.

Para Paula Fernanda Quaglio Krzyzanowskia, Diretora da 6ª Regional de Saúde, a adesão à Rede de Urgências e Emergências pelos nove municípios que compõem a 6ª. Regional de Saúde do Paraná trouxe um grande avanço do ponto de vista de qualidade, eficiência e referência aos munícipes da região.

“A qualificação com que as equipes atendem aos chamados da nossa população é ímpar, digno de grande valorização por parte de cada um que participou e participa de todo o processo de trabalho do SAMU, desde a gestão, a regulação e as equipes das viaturas propriamente ditas. Não vemos hoje a nossa região sem esse trabalho essencial para toda a população”, conclui a diretora.

| Assessoria SAMU |

Redação Portal RDX

Ler anterior

São Mateus do Sul tem campanha de recolhimento de óleo de cozinha usado

Ler próxima

Helicópteros são acionados para prestar atendimento a acidente na Rodovia do Xisto