Em entrevista à RDX FM, Tenente Murilo Maltaca alerta para o risco de afogamento no verão

Com a chegada do calor e o aumento da procura por piscinas, rios e lagos, número de ocorrências envolvendo afogamentos tem crescido nos últimos dias. Foto: PORTAL RDX.

O Tenente Murilo Maltaca, do Corpo de Bombeiros de São Mateus do Sul, alertou na manhã desta quarta-feira (5), em entrevista à RDX FM, sobre os riscos de afogamento no verão.

Com a chegada do calor e o aumento da procura por piscinas, rios e lagos, o número de ocorrências envolvendo afogamentos tem crescido nos últimos dias. Dados divulgados pelo Corpo de Bombeiros mostram que só em dezembro do ano passado, o litoral do Paraná já havia registrado 240 atendimentos. Já no final do mês de dezembro e início de janeiro, a região Sul do Paraná e Campos Gerais tiveram pelo menos uma ocorrência por dia.

Maltaca enfatiza que antes de entrar na água, é importante o banhista conhecer o local, e quando houver a presença de crianças, deve-se redobrar a atenção.

É importante sempre ter um adulto por perto, e não deixar acrianças sozinhas próximo à rios, piscinas ou cachoeiras. E para os adultos, vale a recomendação de evitar excessos com comidas e bebidas ao entrar na água. Evitar mergulhar sem conhecer a profundidade, já que podem haver galhos e pedras no local”

diz Maltaca.

O comandante do Corpo de Bombeiros de São Mateus do Sul também reforçou durante a entrevista, dos cuidados que se deve ter em banhos na praia. A recomendação é sempre ficar próximo a locais com salva-vidas, que são treinados para esse tipo de ocorrência. Já em relação a situações em que a pessoa esteja se afogando, Maltaca afirma que o ideal é jogar algo flutuante ou uma corda para que a pessoa se agarrar.

Em caso de emergências, o telefone do Corpo de Bombeiros é 193.

Edinei Cruz

Repórter e Locutor da RDX FM Instagram: @edineicruzsms

Ler anterior

Sem cueca para dar sorte, jovem prende partes íntimas em zíper e começa 2022 em hospital no Paraná

Ler próxima

Sanepar retira mais de 23 toneladas de lixo das praias na virada do ano