Veterinário da Adapar confirma 4 focos de raiva em bovinos na Lapa

Em entrevista ao Jornal Legendária na manhã desta quinta-feira (2), o médico veterinário Weston Lemos Wendling, fiscal da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR) na Lapa, revelou que no último mês de maio foram confirmados 4 focos de raiva em bovinos no município da Lapa.

“No dia 02 de maio o laboratório do Estado nos enviou um laudo positivo para raiva de uma novilha da Lapa. O material foi colhido por professores da UFPR em atendimento a uma propriedade no Cerrito, divisa com Porto Amazonas. Nessa propriedade outro animal foi diagnosticado com raiva, totalizando 2 casos confirmados. No dia 11 de maio a ADAPAR foi informada de um bovino suspeito de raiva na localidade do Itabaúna, divisa com Balsa Nova. Realizamos a coleta de material e o laboratório confirmou o caso. No dia 13 de maio uma vaca morreu na propriedade vizinha do caso de Itabaúna e também foi confirmada a raiva. No dia 25 de maio uma vaca morreu com sintomas da raiva na localidade do Capão Bonito, próximo ao primeiro caso, e também foi confirmada com raiva”, informou Weston.

A raiva é uma doença aguda do Sistema Nervoso Central (SNC) que pode acometer todos os mamíferos, inclusive os seres humanos.

É transmitida pela mordedura, arranhadura ou lambedura de um animal infectado, que esteja eliminando vírus na saliva. Para animais de criação como bovinos e equinos a transmissão é feita principalmente pela mordedura de morcegos hematófagos (alimentam-se de sangue).

“Para prevenir a raiva o produtor deve vacinar todos os animais de criação (bovinos, bubalinos, equinos, suínos, caprinos, ovinos). Após 30 dias deve aplicar o reforço. Depois dessa vacinação inicial deve revacinar os animais com uma única dose anualmente”, salientou o fiscal da ADAPAR.

O veterinário Weston Lemos Wendling explicou ainda que o morcego hematófago não se aproxima de residências e vive em cavernas, ocos de árvores e casas abandonadas. Caso o produtor identifique algum desses locais, deve informar a ADAPAR que fará a captura de forma segura. O telefone/whats da unidade de atendimento da Lapa é o 41 3622-2977.

Via Canal da Cidade

Redação Portal RDX

Ler anterior

Horóscopo do dia 06 de Junho (Segunda-Feira)

leia a próxima

Falecimento de Iracema Rodrigues Bueno