Banhista de 48 anos morre afogado em Pontal do Paraná

Um banhista, de 48 anos, morreu afogado por volta do meio-dia deste domingo (05), no balneário de Shangri-lá, em Pontal do Paraná, no Litoral do Estado. Ele estava em parada cardiorrespiratória no momento em que foi retirado da água com a ajuda de surfistas.

Duas ambulâncias, uma do Siate e outra do Samu, foram acionadas para atender a ocorrência, além de um helicóptero do Batalhão da Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA). As equipes tentaram por mais de uma hora reanimar a vítima, mas ela não resistiu e morreu ainda no local.

De acordo com o tenente Schran, a vítima estava nadando em uma área sem supervisão dos guarda-vidas.

“Ele estava junto com a família na praia em uma área que não tinha supervisão dos guarda-vidas. Em determinado momento ele acabou se afogando e os guarda-vidas mais próximos prestaram o primeiro atendimento”, contou o tenente em entrevista à Banda B.

Uma frequentadora do local que também conversou com a reportagem da Banda B afirma que viu o momento em que a namorada da vítima recebeu a notícia da morte.

“Ficaram um tempão fazendo massagem cardíaca dentro da ambulância. Depois vi eles dando a notícia para a namorada dele de que ele tinha falecido. Eu escutei ela falando pra trazerem os documentos dele pra praia, porque ele tinha morrido”, relatou.

Esse foi o primeiro afogamento com morte registrado no feriado prolongado de 7 de Setembro, no litoral paranaense.

Redação Portal RDX

Ler anterior

Veículo de Porto União é abordado pela polícia com produtos contrabandeados

Ler próxima

Homem de 65 anos é acusado de abusar da bisneta em Três Barras