Polícia Civil encerra inquérito policial da morte de Bruno Mendes

Na imagem, Bruno Mendes. (Reprodução/Facebook)

Há quase um mês, o jovem Bruno Mendes, de 26 anos, foi morto enquanto participava de uma festa com colegas em uma chácara em São Mateus do Sul. Ele foi agredido na região da cabeça, em que sua morte cerebral foi confirmada no dia 13 de outubro após Bruno ser transferido para um hospital na cidade de União da Vitória.

A Polícia Civil iniciou as investigações e o inquérito foi finalizado nesta semana na 3ª Subdivisão Policial. Em entrevista na RDX FM, o delegado Sérgio Luiz Alves, responsável pelo caso, informou que dois adultos serão indiciados por homicídio qualificado e corrupção de menores e um menor de idade responderá por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado.

Segundo o delegado, vídeos que foram gravados e compartilhados nas redes sociais do local do crime foram fundamentais para a elucidação da investigação. O inquérito foi encaminhado para a Justiça e Ministério Público que seguirão com a tramitação.

Alves também ouviu testemunhas que informaram os motivos que levaram a agressão e posterior morte do rapaz. “Segundo as pessoas ouvidas, três que estavam próximas [do momento da agressão], afirmaram que em um determinado momento um dos rapazes envolvidos teria passado o sapato na calça do Bruno e ele teria se incomodado. Com isso iniciou uma discussão e ali houve uma agressão de parte a parte, só que os outros dois envolvidos acabaram tomando parte na briga em favor do agressor e acabaram o espancando. Mesmo depois de caído, espancaram novamente vítima”, disse o delegado durante a entrevista.

Um dos maiores de idade envolvidos já está em reclusão pois foi preso pela Rotam no dia 25 de outubro por tráfico de drogas e segue na carceragem. Os demais envolvidos a promotoria de justiça irá apreciar e dar o encaminhamento que entenderem que o caso requer.

Redação Portal RDX

Ler anterior

Ratinho Jr. diz que Paraná pode flexibilizar uso da máscara com 80% dos adolescentes vacinados

Ler próxima

Falecimento de Afonso Stepinhaki