Unidade SIX entra em processo de transição para possível venda; Paraná Xisto S.A. assume controle

A empresa Paraná Xisto S.A. criada em 5 de janeiro de 2021 na Junta Comercial do Estado do Paraná, que tem como sócios Isabella Carneiro Leão (Presidente), Marcela Eira da Silva (administradora) e João Eduardo Jost Magalhães (diretor), conforme dados divulgados pelo portaltransparência.cc, possivelmente assumiu o controle da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), em São Mateus do Sul.

Os sócios também fazem parte do quadro administrativo, de empresas interessadas na aquisição de mais refinarias, que também estão no processo de desinvestimento por parte da Petrobras, conforme o quadro abaixo.

O Secretário de Indústria e Comércio Carlos Roberto Chaves confirmou que estará ao vivo na RDX FM nesta quinta-feira (8), às 8h30, para trazer mais informações sobre o assunto.

Petrobras se manifesta em nota

A assessoria de imprensa da Petrobras SIX emitiu uma nota de esclarecimento, após a divulgação pelo Portal RDX do processo de transição para possível venda, onde a Paraná Xisto S.A. assumiu o controle.

Em nota, a estatal afirma que as unidades em desinvestimento, no caso da SIX, serão aportadas em subsidiárias para delimitar de forma adequada os ativos envolvidos para a venda.

De acordo com a nota, a Petrobras criou as subsidiárias nas quais futuramente serão aportados os ativos após a assinatura dos contratos com os compradores e devidas aprovações dos órgãos reguladores – no caso da SIX, esta subsidiária foi denominada Paraná Xisto S.A.

Confira a nota na íntegra:

Esclarecemos que o processo de desinvestimento da SIX está em andamento e que não há ainda definição sobre o comprador. Todos os passos dos processos de desinvestimento da Petrobras são divulgados ao mercado pela companhia.

Sobre a nota publicada, esclarecemos que, conforme também já divulgado no processo de venda de ativos de refino, as unidades em desinvestimento serão aportadas em subsidiárias para delimitar de forma adequada os ativos envolvidos para a venda. Essa é uma prática comum do mercado em todo o mundo. De forma preparatória, a Petrobras criou as subsidiárias nas quais serão futuramente aportados os ativos após a assinatura dos contratos com os compradores e devidas aprovações dos órgãos reguladores – no caso da SIX, esta subsidiária foi denominada Paraná Xisto S.A. Na forma da legislação, a subsidiária tem administradores responsáveis, que são técnicos de carreira da Petrobras, sem qualquer relação com empresas que estejam participando do processo de desinvestimento.

Redação Portal RDX

Ler anterior

São Mateus do Sul registra 19 novos casos de covid-19

Ler próxima

Falecimento de Judite Ferreira Bill