Família da segunda vítima de crime em Bituruna autoriza doação de orgãos

Marcos Rabello havia se declarado doador de órgãos. Foto: Reprodução.

Depois de atestado a morte encefálica de Marcos Rabello nesta quarta-feira (6) a família optou pela doação de órgãos. Inclusive em vida Rabello já havia mencionado seu desejoEle é a segunda vítima fatal do crime que ocorreu em Bituruna na sexta-feira (1º).

Foram captados no Hospital Regional de União da Vitória fígado, rins, pâncreas e válvulas cardíacas. O procedimento aconteceu na madrugada desta quinta-feira (7).

Rabello foi alvejado na cabeça enquanto estava trabalhando em um lava car no centro da cidade. Além de Marcos a irmã dele que também estava no local foi atingida com um tiro no braço, ela já recebeu alta.

Antes de atingir os dois, o autor do crime, matou a ex mulher no bairro Nossa Senhora Aparecida com um tiro no rosto.

Devido a gravidade dos ferimentos Marcos logo após o crime foi encaminhado desacordado ao hospital, primeiramente em Bituruna e depois transferido para União da Vitória.

Com informações VVale e JMais

Redação Portal RDX

Ler anterior

Instituto Santé assume a gestão do Hospital e Maternidade Dr. Paulo Fortes

leia a próxima

Senado aprova projeto que autoriza IPVA zero para motos de até 170 cilindradas