Semana é marcada por quatro acidentes na BR-476

A semana foi marcada por quatro acidentes na BR-476 em nossa região. Os acidentes foram registrados em São Mateus do Sul, Lapa e Paulo Frontin.

O primeiro acidente foi registrado na madrugada de terça-feira (5), na altura do quilômetro 285, próximo à empresa Baldo, envolvendo um carro com placas de Curitiba e um caminhão VW 2310 carregado com papel. O motorista do veículo sofreu ferimentos moderados e foi encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal de São Mateus do Sul.

Foto: Clic Sul News

Já na manhã do mesmo dia, um caminhão carregado com maravalha tombou na altura do quilômetro 242, na região da Água Azul, na Lapa. O motorista relatou que seguia pela rodovia, quando perdeu o controle da direção e acabou tombando. O condutor saiu ileso.

Foto: PRF/Divulgação

Ainda na terça-feira (5), um terceiro acidente foi registrado na BR-476, envolvendo um veículo Fiat/Bravo e uma motocicleta. Segundo relatos do local, o veículo Bravo estava no acostamento e no momento em que foi atravessar a rodovia, a motocicleta acabou colidindo contra o carro. O piloto da motocicleta foi encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal pelo Corpo de Bombeiros.

Foto: PORTAL RDX

Por fim, na quarta-feira (6), um quarto acidente foi registrado na BR-476. Dessa vez, o acidente foi registrado na altura do quilômetro 312, na curva do Limoeiro, em Paulo Frontin, trecho que liga São Mateus do Sul à União da Vitória. Uma carreta carregada com chapas de compensado, com placas de Palmas (PR), acabou tombando às margens da rodovia. A princípio o motorista havia recusado atendimento médico, porém logo em seguida foi encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal pelo Corpo de Bombeiros.

Em todas as ocorrências, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Corpo de Bombeiros prestaram atendimento.

Fotos: PRF/Divulgação.

É importante destacar que há muito tempo, motoristas reclamam das más condições da BR-476, principalmente nos trechos que ligam São Mateus do Sul à União da Vitória e Lapa. Outra reclamação frequente é em relação à sinalização, já que em muitos trechos não há placas, ou ainda, não há faixas horizontais, dificultando o tráfego em período noturno e em dias chuvosos.

Edinei Cruz

Repórter e Locutor da RDX FM Instagram: @edineicruzsms

Ler anterior

Will Smith é banido da cerimônia do Oscar por 10 anos

leia a próxima

Homem de 40 anos é encontrado morto em São Mateus do Sul