Pedágio grátis pode estimular o turismo na Lapa; entenda

Mais 50 dias. A partir de hoje os lapeanos já podem fazer contagem regressiva para a suspensão, pelo menos temporariamente, da cobrança de pedágio na praça da Lapa.

A tarifa atual será cobrada até o dia 27 de novembro, quando encerra o contrato atual da concessionária Caminhos do Paraná. O governo estadual já informou que o contrato não será renovado por mais nenhum dia.

A previsão para que seja concluído um novo processo de licitação para a concessão das rodovias do estado, incluindo da BR 476 na Lapa, é para o segundo semestre de 2022. Portanto, a rodovia vai ficar sem cobrança de pedágio por pelo menos 6 meses, incluindo todo o período do próximo verão.

Sem a cobrança, que hoje custa R$ 15,30, a tendência é que mais pessoas trafeguem pela rodovia. O avanço da vacinação contra a covid e consequentemente a queda dos casos graves da doença também deve ser importante e tudo isso vai ajudar a estimular o turismo em geral no Paraná nos próximos meses.

E quando o assunto é turismo a Lapa tem um potencial enorme. Localizada a apenas 70 km da capital Curitiba, a cidade é cheia de belezas naturais, como o Parque do Monge, além do grandioso acervo de casarios históricos preservados que oferecem ao turista um passeio pelos séculos XIX e XX.

Cabe agora também à prefeitura e iniciativa privada intensificarem ações na área de turismo nos próximos meses com o objetivo de atrair mais visitantes para o município, contribuindo assim para o aquecimento da economia local.

Via Canal da Cidade

Redação Portal RDX

Ler anterior

Nova secretária assume pasta de Assistência Social em São Mateus do Sul

Ler próxima

Falecimento de Marize de Souza