Homem pode ter ocasionado propositalmente acidente que matou criança de 1 ano em Bituruna

Imagem do acidente.

O grave acidente registrado na cidade de Bituruna e que chocou moradores da região, principalmente por uma das vítimas fatais ter sido um bebê de apenas 1 ano e 28 dias, ganhou mais um contexto após o acidente.

Segundo informações do Canal 4, o pai das crianças envolvidas no acidente foi um dos que prestaram os primeiros socorros. O homem estava em um caminhão logo atrás do veículo da família que levava à bordo sua esposa e seus dois filhos. Ele presenciou a batida do carro GM/Astra e do VW/Gol e foi o primeiro a prestar socorro.

Logo após o acidente o pai retirou as duas crianças e levou para o hospital de Bituruna, no entanto, o bebê de pouco mais de 1 ano acabou não resistindo e morreu. A outra criança de 10 anos de idade e a sua esposa precisaram ser transferidas em estado grave para o hospital de União da Vitória.

O acidente também vitimou Adenilson de Lima Proença, de 25 anos, que estava no outro veículo, o qual existe a suspeita de que teria tirado a sua vida depois de receber ameaças.

A reportagem do Canal 4 TV foi em busca de detalhes sobre essa tragédia a apurou o que pode ter ocorrido antes da batida. Em contato com a família do jovem motorista, foram levantadas informações em primeira mão que indicam que o rapaz possivelmente estava sendo vítima de um golpe.

Adenilson, morador de Bituruna era quieto e não ingeria bebidas alcoólicas segundo a família. Ele trabalhava em uma empresa de Bituruna e foi dispensado nesta manhã. Ele voltou para casa, disse que pagaria contas no centro da cidade, mas pelo que tudo indica, ele saiu determinado a tirar a própria vida.

Essa decisão ocorreu depois que Adenilson passou a ser ameaçado de morte por um homem que dizia ser pai de uma garota com a qual ele estaria conversando por redes sociais. Essa história deixa em aberto para duas situações: de que o rapaz realmente poderia estar sendo ameaça pelo pai de uma menina ou que o rapaz possivelmente estava sendo vítima de um golpe de estelionato.

A família ainda muito abalada com a tragédia, já informou que pretende buscar uma resposta mais concreta sobre os fatos e irá pedir uma perícia no aparelho celular a fim de identificar quem era a pessoa que estava ameaçando. “A família está desesperada, só queremos uma resposta de quem estava ameaçando ele“, lamentou a irmã. A família acredita que não existe só essa versão de um suicídio, mas sim, algo que foi provocado por uma ameaça, “parece que estava fugindo“.

O rapaz ainda nesta manhã teria ligado para uma familiar e muito nervoso se despediu afirmando que havia caído em uma armadilha e que preferia ver sua mãe chorando pela sua morte do que por ele preso.

Redação Portal RDX

Ler anterior

Carro capota ao bater contra capivara que atravessou rodovia em frente ao Parque Barigui

Ler próxima

Homem é preso por matar colega e colocar órgão genital dentro de panela após recusar sexo em SP