Pacientes reclamam da falta do fornecimento de senhas no Núcleo de Saúde da Vila Prohmann

Pacientes relataram ter madrugado para garantir o atendimento. Secretaria de Saúde se manifestou. Foto: Edinei Cruz/PORTAL RDX.

Pacientes que necessitavam do atendimento do Núcleo de Saúde da Vila Prohmann, na manhã desta segunda-feira (10), entraram em contato com a RDX FM, reclamando da falta do fornecimento de senhas para atendimento.

A reportagem foi até o local para ouvir a população sobre a situação, e constatou que a fila estava próxima da Rua Guilherme Kantor. Foi verificado ainda que haviam pessoas idosas e crianças, que afirmaram ter madrugado para garantir o atendimento. Houve ainda relatos de pessoas que estavam “furando a fila”, aumentando o tempo de espera.

Secretaria de Saúde se manifestou sobre o caso

Procurada pela nossa equipe, a secretária de Saúde, Daiane Metka Ribeiro, afirmou que há um planejamento para o próximo mês, para agilizar o atendimento à população. “Infelizmente hoje de manhã, tivemos muitos pacientes na chuva até que o Núcleo fosse aberto para atendimento. Após isso, dividimos em duas filas para atender os pacientes com rapidez”, disse. A secretária ainda informou que há um planejamento para o próximo mês, de abrir a cota por demanda livre, como vem sendo feito em outras especialidades.

De acordo com Daiane, há em prática um projeto piloto para organizar e diminuir o tempo de espera dos pacientes para marcar exames.

Já estamos realizando na comunidade do Rosas, e pretendemos levar à outras localidades, o Projeto Malote de Exames, que na prática, o paciente consulta na sua Unidade Básica de Saúde, entrega o exame até a enfermeira e ela traz até nós, sem que a pessoa precise vir pra cidade. Estamos pensando em estratégias para melhorar e agilizar o atendimento à população”

informou.

Edinei Cruz

Repórter e Locutor da RDX FM Instagram: @edineicruzsms

Ler anterior

Autor de feminicídio também tentou agredir equipe do Corpo de Bombeiros

Ler próxima

Vídeo mostra jovem sendo agredido por várias pessoas no centro de Palmeira