Caso Elza: após ser adiado por 5 vezes, justiça marca júri popular de acusado para esse mês

Está marcado para o dia 21 de outubro o júri popular do homem acusado de matar a ex-esposa com golpes de barra de ferro e, depois, passar com o carro por cima do corpo dela, em São Mateus do Sul. As informações são do G1.

Elza Ribeiro, de 22 anos, foi morta com golpes de barra de ferro em 5 de maio de 2019.

Alisson Ferraz Barbosa, de 31 anos, responde pelo crime de feminicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e mediante recurso que impossibilitou defesa da vítima.

A sessão do Tribunal do Júri chegou a ser adiada cinco vezes desde janeiro.

Em quatro oportunidades, o júri foi adiado por causa da situação da pandemia do novo coronavírus, que não permitia que fossem realizadas sessões presenciais.

Outro adiamento aconteceu por causa da indisponibilidade de magistrados na Vara da comarca.

Redação Portal RDX

Ler anterior

Horóscopo do dia 13 de Outubro (Quarta-feira)

Ler próxima

Homem passa com veículo em cima de mulher em União da Vitória