Mais de 150 bateristas de todas as idades tocam juntos em evento no interior do Paraná

Com repertório diversificado e mais de 2 horas de apresentação, 157 bateristas fizeram a diversão dos guarapuavanos na tarde ensolarada de domingo (12), na 4° edição do Baterasso, no parque do Lago, em Guarapuava, no interior do Paraná. “O baterasso é o maior evento musical de Guarapuava e região, estamos muito felizes, com o tempo bom e bonito, e a grande presença de público, o evento é momento para trazer música boa para os guarapuavanos”, destacou um dos organizadores do Baterasso, Jefferson Paulo.

O evento estava suspenso desde 2019, devido a pandemia, mas era aguardado por muitos, como a Eva Alice de Paula Silva, de 52 anos anos, que vê o evento como uma grande oportunidade de mostrar que o amor pela música não tem idade. “É a primeira vez que toco aqui, mas eu sempre fui apaixonada pela bateria. Esse ano eu recebi o convite e aceitei de pronto, achei muito bacana e tava muito ansiosa pela apresentação”, disse.

Com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo e Eventos, a tarde teve música, diversão e ainda o 2° Festival de Cerveja Artesanal, com 10 tipos de cervejas artesanais produzidas em Guarapuava. “A gente já sabe que Guarapuava é a capital da cevada e do malte. E temos produzido bastante cerveja com qualidade, cervejas premiadas nacionalmente. Então, temos que fazer a população guarapuavana experimentar o que estamos fazendo aqui e o festival vem contribuir com isso”, enfatizou Eliézer Goulart, um dos organizadores do 2°Festival de Cerveja Artesanal.

O contato com a música, a diversão e a cultura foram os fatores que fizeram Guilherme Vinicius da Rosa comparecer com a família no parque do lago. “Já participei em anos anteriores, mas como baterista. Quando soube que esse ano teria, tive que trazer minha família para assistir, porque além do lugar ser lindo o evento é muito bom”, comentou Guilherme.

Via Bem Paraná

Redação Portal RDX

Ler anterior

Garoto pula em poço para salvar cão e morre afogado em Ponta Grossa

Ler próxima

Articulação do deputado Hussein Bakri mantém ICMS do cigarro inalterado e beneficia 28 mil produtores de fumo do Paraná