Rede Elétrica Inteligente chega a União da Vitória

Programa vai instalar medidores de consumo inteligentes em todo o Paraná.

A Copel iniciou esta semana a implantação do Rede Elétrica Inteligente em União da Vitória e municípios do entorno. Trata-se de um dos maiores programas do gênero em execução no país que vai substituir todos os medidores de consumo atualmente instalados nos imóveis por um modelo inteligente. Isso vai modernizar a gestão e a distribuição da energia elétrica no Estado e ampliar a qualidade de vida dos paranaenses, garantindo mais segurança para o agronegócio e as indústrias. 

A rede inteligente se comunica diretamente com o Centro Integrado de Operação da Distribuição da Copel, localizado em Curitiba, o que permite o controle de toda a cadeia, desde a subestação até o consumidor. Quando estiver totalmente implantada, essa tecnologia permitirá a leitura remota do consumo e o saneamento remoto de problemas de desligamento. Além disso, o usuário vai contar com a funcionalidade de monitoramento do consumo a partir do celular. 

O superintendente de Projetos Especiais da Copel, Júlio Omori, explica que uma das principais vantagens da automação da rede de distribuição de energia é agilizar o retorno do fornecimento de energia quando houver interrupções. “A rede inteligente permite o restabelecimento remoto da energia e, quando for preciso deslocar equipe, mostra a localização exata do problema que causou a interrupção”, esclarece. 

O REI teve início em Pato Branco, onde os medidores antigos já foram substituídos pelos equipamentos inteligentes em mais de 90% do total de residências, comércios, indústrias e empresas urbanas e rurais. Com 185 equipes parceiras trabalhando no momento exclusivamente nessa frente, o programa já está em andamento em 54 municípios paranaenses, sendo 41 nas regiões Oeste e Sudoeste e 13 na região Centro-Sul. 

Já são 145 mil os medidores substituídos pelo Rede Elétrica Inteligente (REI), da Copel, nos municípios paranaenses em que ele está em andamento. Até o final do ano, o programa será ampliado para mais cinco cidades. Metade dos medidores instalados já está com a comunicação ativada e os demais estão na fase de instalação dos equipamentos de comunicação. Os sistemas estão prontos para que as leituras possam ser realizadas remotamente assim que toda a rede de comunicação estiver concluída. 

Dividido em três fases, o Rede Elétrica Inteligente representa investimentos de R$ 820 milhões em 151 municípios das regiões Leste (Região Metropolitana de Curitiba), Centro-Sul, Oeste e Sudoeste, beneficiando aproximadamente 4,5 milhões de paranaenses.  

Com informações Assessoria

Redação Portal RDX

Ler anterior

Prefeitura Municipal lança edital com oportunidade de estágio na SEMEC

leia a próxima

Feira da Lua acontece nesta terça-feira (14), a partir das 18h, na Vila Pinheirinho