Incêndio atinge garagem do transporte coletivo e queima mais de 52 ônibus em Londrina; veja

Não se sabe a origem do incêndio; Corpo de Bombeiros está solicitando reforço de cidades vizinhas. Foto: Reprodução/Cidade Alerta/RIC Record TV.

ATUALIZAÇÃO 14h45: 52 ônibus já foram destruídos num incêndio de grandes proporções que tomou a garagem de ônibus da empresa TCGL em Londrina, no norte do Paraná, no fim da tarde desta segunda-feira (15). Ainda não se sabe a origem do incêndio, mas a empresa não descarta que tenha sido criminoso. Ambulâncias do Siate foram chamadas para atender funcionários que inalaram fumaça.

Foto: Danieli Souza/RPC.

A garagem de ônibus fica no bairro Vila Nova e o fogo começou pouco depois das 18h. Vários funcionários entraram correndo na garagem, na tentativa de salvar alguns veículos. O Corpo de Bombeiros ainda está no local combatendo o incêndio e chamaram reforço de cidades vizinhas. A coluna de fumaça pode ser vista a quilômetros de distância, de várias cidades ao redor de Londrina. Já são quatro caminhões de incêndio no local.

Foto: Angela Ota/RPC.

Cada ônibus custa aproximadamente R$ 130 mil, ou seja, um prejuízo de pelo menos R$ 4 milhões de reais para a TCGL, que é responsável por 65% da área urbana de Londrina. Os ônibus seria parte de uma frota reserva da empresa. Ainda não se sabe o impacto que a destruição terá no transporte coletivo da cidade nesta terça-feira (16). Mas a empresa informou que não poupará esforços para manter todas as linhas funcionando.

Segundo moradores, era possível ouvir o barulho de explosões na garagem, onde estão dezenas de ônibus estacionados.

Uma fumaça preta era vista de vários pontos da cidade. Após mais de uma hora dos trabalhos de combate ao fogo, ela começou a diminuir.

O Corpo de Bombeiros atuou no local com pelo menos cinco caminhões.

Do lado de fora, a equipe resfriava o muro para que o incêndio não saísse do espaço onde estavam guardados os veículos.

Da Redação Portal RDX, com informações RIC Mais e G1 Paraná

Redação Portal RDX

Ler anterior

Com chegada do 5G, parabólicas vão deixar de funcionar

Ler próxima

Prefeitura da Lapa caiu em golpe de falsas decisões judiciais e perdeu R$ 35 mil