Diretor do Colégio Duque de Caxias explica como será o retorno das aulas na instituição

O Colégio Estadual Duque de Caxias (CEDUC), que hoje concentra a maioria dos alunos vindos da área rural, iniciou na quinta-feira (18), o calendário do ano letivo de 2021. Segundo o diretor da instituição, professor Felipe Chico, os alunos podem optar em continuar com as aulas no ensino remoto – em casa -, ou pelo retorno híbrido – que combina práticas presenciais e remotas -, a partir do dia 1º de março. Da mesma forma, as aulas seguem sendo transmitidas no Classroom e no YouTube.

Em relação ao retorno presencial, o diretor destaca que os pais precisam ir até a instituição para assinar um termo de ciência, que destaca o protocolo de biossegurança com as medidas que devem ser adotadas nesse ensino.

No CEDUC todas as salas já possuem as demarcações com o limite de alunos por turma, álcool em gel, e no refeitório, dois alunos podem se sentar nas mesas numa distância de 1,5 metro.

Distanciamento das mesas no refeitório.

Cada aluno deverá usar máscaras e respeitar o distanciamento social demarcado na entrada. “O portão será aberto 15 minutos antes de cada início das aulas”, explica Felipe Chico. O Colégio optou em deixar apenas o portão de entrada na Rua Theodoro Toppel aberto. Haverá também a medição de temperatura de todos os alunos.

Em relação ao transporte escolar, ainda não há previsão para o retorno do serviço. Atualmente, mais de 1.000 alunos estão matriculados na instituição.

Ouça a entrevista completa feita com o professor:

Cláudia Burdzinski

Cláudia Burdzinski

Repórter RDX FM.

Leia o anterior

Mulher solicita apoio da PM para acompanhar ex-marido na retirada de pertences da casa

Ler próximo

Paraná vai receber 2,4 milhões de doses de vacina até março