Suspeito de mandar assassinar jovem em Canoinhas é preso no Paraná

No final da manhã desta terça-feira (20), a Polícia Civil de Canoinhas prendeu o terceiro suspeito de participação na morte de Cláudio Roque Andrezevski Herbst, 27 anos, assassinado à queima-roupa na noite de quinta-feira (15), no centro de Canoinhas.  Até agora, foram cumpridos três mandados de prisão temporária. Dois homens, um acusado da execução do jovem e o seu comparsa, foram presos na mesma noite do crime pela Polícia Militar na cidade de Guarapuava (PR).

Nesta terça, equipes da Polícia Civil e da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Canoinhas se deslocaram novamente à cidade de Guarapuava, para cumprir mandado de prisão do suspeito acusado de ser o mandante do crime. Segundo a polícia, ele possuía vínculo amoroso com a atual companheira da vítima.

Durante o quadro da Polícia Civil de Canoinhas no programa Repórter 98, da rádio 98 FM, o delegado Darci Nadal Junior parabenizou o trabalho desenvolvido por todos os integrantes da DIC. “Esse tipo de crime é muito difícil de elucidar, é uma investigação complexa, porque você não vê muito algo no dia a dia assim. A equipe foi muito técnica ao trabalhar com elementos robustos, informativos técnicos, tudo que você possa imaginar tem no inquérito, para poder subsidiar o futuro oferecimento da denúncia pelo Ministério Público, para que esses indivíduos sejam levados a julgamento no tribunal do júri e quem sabe se tudo der certo, serem condenados”, afirmou o delegado.

Os três suspeitos envolvidos na morte do jovem, possíveis mandante, executor e comparsa, devem ser trazidos para cumprir a pena na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Canoinhas e vão responder pelo crime no fórum da Comarca.

Para o delegado Nadal, o crime foi premeditado. “Um crime dessa espécie, é um crime de homicídio qualificado, dentre outras qualificadoras, pela paga ou promessa de recompensa, que é simplesmente isso, alguém pagar para matar. Um crime com essas conotações é premeditado, ele é calculado. O executor vai calcular cada passo que ele vai dar, como ele vai vir, quando ele vai vir, como vai executar, onde vai abordar a vítima, por onde vai fugir, o que vai fazer com as ferramentas que ele usou para cometer o crime, as armas, no caso, a arma de fogo”, concluiu.

A arma de fogo utilizada na morte do jovem não foi encontrada e segundo a polícia, provavelmente foi dispensada em local de difícil acesso. Apenas foi confirmada a informação de que arma usada era uma pistola nove milímetros.

Redação Portal RDX

Redação Portal RDX

Ler anterior

Projeto que nomeia praça “Rua do Mathe Pe. Silvano Surmacz” vai em 2ª votação nesta terça (20)

Ler próxima

Ana Lucia Menezes, dubladora de ‘Peppa Pig’, ‘Teletubbies’ e ‘Rebelde’, morre aos 46 anos