Com Couto lotado, Coritiba perde para o CSA e dá adeus as chances de título

Coxa pressionou muito, mas não conseguiu vencer o CSA. (Geraldo Bubniak/AGB)

O Coritiba deu adeus a qualquer chance de conquistar o título da Série B do Campeonato Brasileiro de 2021. Com o Couto Pereira completamente lotado na tarde deste domingo (21), o time coxa-branca desperdiçou muitas oportunidades, perdeu para o CSA por 1×0, permaneceu com 64 pontos e, com a vitória do Botafogo sobre o Brasil, em Pelotas, acabou com as chances de conquistar a taça. Na última rodada, o Verdão vai apenas cumprir tabela contra a Ponte Preta, em Campinas, no próximo domingo. Já o CSA, que entrou momentaneamente no G4, enfrenta o Brasil, em Maceió, com chances de acesso.

O jogo 

O primeiro tempo foi dividido em duas partes. O início do Coritiba foi arrasador. Empurrado pelo torcedor que lotou o Couto Pereira, o Coxa pressionou o adversário desde os primeiros minutos. No primeiro minuto, Igor Paixão quase marcou. O CSA, que precisava da vitória para seguir na briga pelo acesso, entrou em campo com quatro atacantes, mas tinha dificuldade de sair da marcação sob pressão do Verdão.  

O primeiro gol alviverde quase saiu aos 13 minutos. Rafinha fez grande jogada, cruzou e Igor Paixão cabeceou por cima. Na resposta do CSA, Dellatorre apareceu na cara do gol e Luciano Castán salvou em cima da linha. O jogo seguiu aberto e com boas alternativas para os dois times. Aos 19, Waguininho passou por dois marcadores e chutou por cima. No lance seguinte, Léo Gamalho fez fila e, na cara do gol, chutou no canto e Thiago Rodrigues defendeu.  

Aos 21, um lance que poderia mudar o jogo. Rafinha foi tocado por Everton Silva na área e pediu pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. O Coritiba, então, diminuiu o ritmo e passou a dar espaços para o CSA, que conseguiu ser melhor na segunda metade do jogo. Aos 30, Iury Castilho chutou da entrada da área e a bola passou perto.  

O Coritiba respondeu com Val, três minutos mais tarde, mas a bola saiu por pouco. Na reta final do primeiro tempo, uma chance para cada time. Aos 41, Iury Castilho recebeu na área, chutou forte e Wilson salvou. Do lado do time alagoano, o goleiro Thiago Rodrigues também salvou os visitantes na sequência em outra tentativa de Léo Gamalho. O artilheiro alviverde, na cara do gol, chutou em cima do goleiro. 

Coxa aumenta a pressão no segundo tempo

Com a vitória parcial do Botafogo sobre o Brasil de Pelotas, o Coritiba voltou ainda mais ofensivo para o segundo tempo. A primeira boa chance da etapa final veio aos 8 minutos com Val, mas Thiago Rodrigues salvou. Na sequência, Natanael recebeu pela direita, chutou cruzado e a bola saiu por pouco.

O primeiro gol do Coxa parecia ser questão de tempo. Aos 15, em boa troca de passes,Val recebeu na entrada da área, chutou forte e acertou o travessão. O castigo para o time alviverde veio aos 21 minutos. Depois da cobrança de escanteio de Ernandes, Wellington subiu livre e cabeceou sem chances para o goleiro Wilson.

O Coritiba não acusou o golpe e ficou ainda mais ofensivo. Passou a buscar pelo menos o empate a todo o momento. Aos 28, Waguininho recebeu na área, bateu cruzado, a bola bateu no braço de Wellington, mas o árbitro não marcou a penalidade. Na sequência, após cruzamento de Rafinha, por pouco Léo Gamalho não chegou para marcar.

Para deixar o Coritiba ainda mais ofensivo, o técnico Gustavo Morínigo apostou nas entradas de William Alves, João VItor e Gui Azevedo. Mas também passou a dar espaços para os contra-ataques do CSA. Aos 40, Reinaldo cruzou e Dellatorre perdeu boa chance. Aos 47, Waguininho quase fez um golaço. O Coxa até tentou pressionar no final, mas sem sucesso, amargou a derrota com o Couto lotado e ficou pelo caminho na luta pelo título da Série B.

FICHA TÉCNICA 
Coritiba 0x1 CSA 

Local: Estádio Couto Pereira, Curitiba (PR) 
Data: 21/11 – Domingo 
Horário: 16h 
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA) 
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA) 
VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS) 

Coritiba: Wilson; Natanael, Henrique (Wellington Carvalho), Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias (Matheus Sales), Val (Gui Azevedo) e Rafinha (João Vitor); Waguininho, Igor Paixão (William Alves) e Léo Gamalho. 
Técnico: Gustavo Morínigo 

CSA: Thiago Rodrigues; Everton Silva (Cristovam), Wellington, Lucão e Ernandes; Geovane (Silas), Gabriel, Clayton (Reinaldo) e Marco Túlio (Giva Santos); Iury Castilho (Bruno Mota) e Dellatorre. 
Técnico: Mozart 

Gols:  Wellington, 21 do 2º
Cartões amarelos: Rafinha, Willian Farias (CFC); Ernandes, Everton Silva, Silas (CSA) 
Público pagante: 32.506
Público total: 33.595
Renda: R$ 712.482,50

Redação Portal RDX

Ler anterior

Falecimento de Luis Carlos de Freitas

Ler próxima

Atlético São-mateuense vence Duffato e assume liderança do Grupo B; Danone FC também garante a vitória