Idosa só chega a tempo em hospital para transplante de pulmão graças a ajuda de PMs

Na semana passada, dona Leda, 65 anos, passou por momentos de desespero. A senhora recebeu uma ligação do hospital pedindo para que ela fosse imediatamente até lá. O motivo: um pulmão pronto para transplante tinha acabo de chegar no local. A notícia que chegou depois de quase 18 meses na fila de espera para receber o órgão.

Uma hora e meia. Esse foi o tempo estipulado para a dona Leda se deslocar até o local da cirurgia. Ela sofre de fibrose pulmonar idiopática, doença que atinge os tecidos pulmonares e os fazem ficar rígidos, dificultando a espiração. Sua família não sabia o que fazer. Afinal, o trajeto era longo e o trânsito estava uma loucura naquele horário.

Foi aí que pensaram em chamar a Polícia Militar. Assim que acionados, os policiais foram até São Miguel Paulista (SP) buscar a Dona Leda, seguindo todos os protocolos de segurança e higiene necessários, por conta do novo coronavírus. A equipe usou sirenes e sinais luminosos para chegaram ao hospital em tempo hábil para que o transplante da senhora ocorresse.

Enfim, pronta para o transplante!

Em 30 minutos lá estava a dona Leda, entrando pela porta do hospital para receber um novo pulmão. Graças aos policiais militares do 4º BAEP – Batalhão de Ações Especiais de Polícia que estavam em patrulhamento naquele dia, a senhora conseguiu chegar a tempo.

Redação Portal RDX

Redação Portal RDX

Leia o anterior

“Compre 1, leve 2”, campanha do Aiqfome de São Mateus do Sul acontece nesta semana

Ler próximo

Homem é preso ao tentar invadir penitenciária no Paraná