Policial militar é agredida ao atender perturbação de sossego e três são detidos em Curitiba

Antes da confusão, os policiais militares já haviam feito a orientação para que o som fosse desligado. Foto: Banda B.

Uma policial militar de Curitiba foi agredida, no começo da madrugada deste sábado (24), durante atendimento a uma ocorrência de perturbação de sossego. O ataque aconteceu dentro de um bar do bairro Lindóia, no momento em que as equipes policiais fizeram a autuação para recolhimento do equipamento de som. Três pessoas acabaram detidas no local.

Em entrevista à Banda B, a soldado Paim, do 13° Batalhão da PM, lamentou o ocorrido. “As pessoas não entendem que a gente não faz isso por querer [recolhimento dos equipamentos], mas sim pelo fato de receber um pedido de ajuda. É muito triste”, disse.

Orientação não cumprida

Antes da confusão, os policiais militares já haviam feito a orientação para que o som fosse desligado. Cerca de dez minutos depois, porém, a dona do estabelecimento voltou a ligar o equipamento.

Segundo Paim, ela chegou a ter o óculos quebrado durante as agressões. “Foram arranhões, puxões de cabelo, socos, pontapés e meu óculos, que foi quebrado durante o atendimento”, lamentou.

Além da dona, foram detidos o pai e a mãe dela. Todos foram levados para a Central de Flagrantes, que passa a cuidar do caso.

A soldado agredida foi levada ao Instituto Médico Legal (IML) para realização de exame de corpo de delito.

Redação Portal RDX

Ler anterior

É #FAKE: cartaz de suposta festa na comunidade do Turvo de Baixo

Ler próxima

Falecimento de Lidia Kuiava Tkaczyk