Problemas na internet interrompe transmissão ao vivo do júri popular do caso Elza, diz assessoria do Fórum

Na imagem, advogados da família de Elza.

ATUALIZAÇÃO: NOVO LINK DE ACESSO PARA A TRANSMISSÃO DO JÚRI POPULAR

O júri popular de Alisson Ferraz Barbosa, acusado de matar Elza Ribeiro Micharski, que estava sendo transmitido ao vivo pelo Youtube foi interrompido por problemas na Internet, é o que informou a assessoria do Fórum em que o júri está sendo realizado, em São Mateus do Sul. Mesmo sem a transmissão ao vivo para o público, o júri segue sendo realizado normalmente.

A equipe de reportagem da RDX esteve no Fórum e a liberação da imprensa não foi autorizada. Segundo o Fórum, o júri presencial está restrito para advogados, testemunhas e familiares devido as restrições da pandemia da covid-19. Até o fechamento desta reportagem a transmissão não havia retornado.

A expectativa é que a transmissão do júri pelo Youtube volte no decorrer do dia.

Relembre o caso

Elza Ribeiro Micharski, de 22 anos, foi morta com golpes de barra de ferro e foi atropelada logo em seguida, na noite do dia 5 de maio de 2019, um domingo, na Praça do Olho, na Vila Pinheirinho, em São Mateus do Sul. O suspeito, o ex-namorado, foi preso logo em seguida na localidade de Faxinal dos Ilhéus.

A jovem chegou a ser socorrida, mas acabou não resisintindo.

Elza já teria registrado diversos boletins de ocorrência contra o ex-namorado, além de ter uma medida protetiva contra ele.

Cláudia Burdzinski

Jornalista e Repórter RDX FM. Instagram: @claudiaburdzinski

Ler anterior

Jovem é morto dias antes de doar medula para salvar o pai que está com leucemia no Paraná

Ler próxima

Acompanhe AO VIVO o retorno da transmissão do júri popular de Alisson Ferraz Barbosa