Utilizando wi-fi de bar na Água Branca para estudar, são-mateuense ganha celular por dedicação

Em 2020 por conta da pandemia da covid-19, o ano letivo escolar passou a ser pela internet, com aulas sendo disponibilizadas de forma remota e on-line para os alunos. Acontece que o são-mateueuse David Lucas Gorgia Dombroski, morador da Água Branca e aluno do Colégio Duque de Caxias, para acompanhar as aulas, utilizava do wi-fi de um bar da comunidade que reside para realizar as atividades.

O Cejusc e Vara da Família, em parceria com o Núcleo Regional de Educação (NRE), desenvolveram no decorrer do ano os projetos “Ajude um aluno de Escola Pública a continuar estudando” e “Aluno Presente”, que pautava em histórias como a de David. Nessa mobilização, mais de 60 aparelhos eletrônicos, como celulares, tablets e notebooks, foram doados para incentivar a permanência dos alunos nos estudos.

No dia 18 de dezembro, David juntamente com sua irmã e o professor Felipe Chico, atual diretor do Colégio Duque de Caxias, foram reconhecidos em uma solenidade em União da Vitória pela dedicação do jovem aluno. Ele foi um dos sorteados do projeto e ganhou um smartphone novo. Na cerimônia estavam o chefe do NRE, professor Carlos Alberto Polsin, e o juiz Carlos Mattioli.

David conta que quando o wi-fi do bar não funcionava, ele utilizada o do vizinho para os estudos. “Fiquei honrado, pois agora vou poder fazer as tarefas no meu próprio celular. Antes eu dividia o celular com os meus sobrinhos também”, diz.

Cláudia Burdzinski

Cláudia Burdzinski

Repórter RDX FM.

Leia o anterior

Jovem é preso por tentar se passar por polícia em Curitiba

Ler próximo

Homem foge da cadeia e é recapturado minutos depois no Paraná