Instituição Santa Casa assume hospital de Piên

Decisão foi aprovada pelo conselho curador da Fundação Harry Guido Greipel buscando a viabilidade técnica e financeira. Foto: Jornal O Regional.

O Hospital de Piên iniciou nesta sexta-feira (1º), um novo caminho em sua história. A Irmandade Santa Casa de Misericórdia, com sede em Curitiba, passa a partir dessa data a assumir o patrimônio e a administração da instituição de saúde. A decisão foi aprovada pelo conselho curador da Fundação Hospitalar Harry Guido Greipel, buscando a viabilidade técnica e financeira, bem como a continuidade e melhorias no atendimento à comunidade.

Todo o processo passou por análise do conselho curador, respeitando os estatutos da Fundação Hospitalar. Eles preveem que a unidade hospitalar deva ser transferida à prefeitura municipal, ou a uma entidade congênere, recomendada pelo poder público. Houve ainda conhecimento e aprovação do Ministério Público Federal para a efetivação da cessão do patrimônio e gestão hospitalar à Santa Casa.

Para a presidente do conselho curador da Fundação Hospitalar, a decisão pode trazer importantes benefícios, considerando-se que a Santa Casa possui estrutura clínica e administrativa e diversos convênios, inclusive com o governo do Estado. “Acreditamos que possa haver uma evolução nas especialidades médicas e no aumento da demanda, melhorando o acesso à saúde da comunidade”, avalia Lúcia Cavalheiro.

A Fundação Hospitalar Harry Guido Greipel esteve à frente da instituição de saúde por 20 anos, desde o início do projeto até sua efetiva concretização. A ideia surgiu em 2001, com o objetivo de ser um hospital microrregional e atender ainda as cidades vizinhas, onde residem mais de 200 mil pessoas. Em fevereiro de 2014 a unidade iniciou sua fase pré-operacional e, em junho do mesmo ano, foi oficialmente inaugurada. Até 2017 houve parceria técnica com o Hospital Evangélico de Curitiba. Desde então, vinha sendo administrado pela própria Fundação.

Para a construção do Hospital, houve uma longa campanha beneficente, que conseguiu doações da iniciativa privada e um intenso envolvimento da comunidade. “Agradecemos a todos que confiaram e apoiaram nosso ousado projeto. Acredito que deixamos um legado para a cidade de Piên. Agora a unidade segue de maneira independente para buscar sua sustentabilidade. Temos certeza de que o Hospital sempre permanecerá no município, à disposição de quem precisa de atendimento na saúde”, destaca Guido Orlando Greipel, conselheiro e representante da Famossul, empresa instituidora da Fundação Hospitalar.

A viabilidade financeira sempre foi um dos maiores desafios do Hospital, especialmente porque 98% dos atendimentos são realizados pelo SUS, que pratica uma tabela inferior ao custo dos procedimentos. Os valores totais recebidos através dos convênios com o poder público, por sua vez, permaneceram os mesmos desde 2014. Há três anos o governo municipal aumentou o repasse em R$ 5 mil, chegando a R$ 146 mil mensais, mas o governo estadual reduziu esse mesmo valor do convênio, repassando então R$ 110 mil mensais.

Apesar das dificuldades no controle do orçamento, o Hospital de Piên entrega a gestão com as contas em dia, sem nenhuma dívida a ser quitada. “A Santa Casa receberá uma ampla estrutura, em ótima manutenção, que permite ampliar o atendimento à comunidade de toda a região”, informa Robson Marcon, diretor executivo da Fundação Hospitalar. A unidade de saúde também irá manter os seus funcionários, assegurando a continuidade das atividades sem interrupção.

Desde o início de seu funcionamento, o Hospital atendeu de forma ampla a população. Entre 2014 e 2019, foram realizadas 600 cirurgias eletivas. Os atendimentos ambulatoriais, de urgência e emergência e de especialidades, entre 2014 e 2021, ultrapassaram 184 mil. A sua estrutura é formada por 54 leitos, áreas específicas para emergência, consultas e internamento, centro cirúrgico com duas salas cirúrgicas, centro obstétrico, Raio X, central de medicamentos, cozinha, lavanderia e áreas técnicas de apoio.

Com informações Jornal O Regional

Redação Portal RDX

Ler anterior

Após denúncia anônima, homem é detido pela Rotam com pedras de crack

Ler próxima

Atividade física e aleitamento previnem o câncer de mama, diz Inca