21.1 C
São Mateus do Sul
quarta-feira, junho 19, 2024
InícioCidadesSão Mateus do SulParóquias de São Mateus do Sul e região realizam a venda do...

Paróquias de São Mateus do Sul e região realizam a venda do tradicional bolo de Santo Antônio

Data:

Compartilhe essa notícia:

Venda acontecerá nos dias 12 e 13 de junho; veja a programação. Foto: Divulgação.

O tradicional bolo de Santo Antônio começa a ser vendido nos dias 12 e 13 de junho nas paróquias de São Mateus do Sul e São João do Triunfo. A produção do bolo faz parte das celebrações a Santo Antônio, conhecido popularmente como o santo casamenteiro e celebrado no dia 13 de junho.

Veja a programação.

Paróquia São Mateus

  • Venda do bolo de Santo Antônio no dia 13 de junho (quinta-feira) a partir das 9h
  • Tarde do pastel e sonho a partir das 13h30 (carne, requeijão, pizza, queijo, banana e chocolate com banana).
  • Serão aceitos cartões de débito e crédito.

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

  • Venda do bolo de Santo Antônio (inteiro e em fatias. Quem for comprar em pedaços, favor trazer vasilha)
  • Data: dias 12 e 13 de junho (quarta e quinta-feira) das 9h às 17h
  • Aceita encomendas no escritório paroquial

Paróquia São João Batista (São João do Triunfo)

  • Venda do bolo de Santo Antônio dia 13 de junho, quinta-feira
  • Horário: 8h30
  • Local: Salão paroquial

A paróquia Nossa Senhora Aparecida e Czestochowa da Vila Nepomuceno informou que não haverá a venda do bolo em virtude da realização da Festa do Ognisko, que acontecerá no dia 15 de junho. A Paróquia São José de Antônio Olinto também informou que não terá a venda do bolo.

O Santo Casamenteiro


A historiografia bíblica conta que, em Nápoles, havia uma moça cuja família não podia pagar seu dote para se casar. Por isso, a jovem ajoelhou aos pés da imagem de Santo Antônio e pediu ajuda. Milagrosamente, Santo Antônio deu-lhe um bilhete e disse para procurar um certo comerciante. No bilhete havia a instrução para que o comerciante desse à moça moedas de prata equivalentes ao peso do papel.

Quando a moça chegou ao local, o comerciante não se importou em seguir as instruções do papel, afinal achava que o peso era insignificante. Contudo, para a surpresa de todos, foram necessários 400 escudos da prata para que a balança atingisse o equilíbrio. Nesse momento, o comerciante lembrou-se que havia prometido 400 escudos de prata ao Santo, e nunca havia cumprido a promessa. Santo Antônio fez a cobrança e a moça casou-se conforme os costumes da época. A partir deste milagre, ganhou a alcunha de Santo Casamenteiro.

Edinei Cruz
Edinei Cruz
Repórter e Locutor da RDX FMInstagram: @edineicruzsms

Redes sociais

51,000FãsCurtir
18,800SeguidoresSeguir
1,160InscritosInscrever

Últimas notícias

Mais lidas