No Dia de Prevenção e Combate à Surdez, profissionais trazem dicas de cuidados com audição

Fonoaudióloga Kellyn Kaminski e a professora de Língua de Sinais, Maíra Krusedlowski, falaram sobre o assunto nesta quarta-feira (10), na RDX FM. Foto: Edinei Cruz/PORTAL RDX.

Comemorado no dia 10 de novembro, o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez, foi instituído pela Portaria de consolidação MS nº 1/2017, art 527, como símbolo de luta cujo propósito principal é educar, conscientizar e prevenir a população brasileira para os problemas advindos da surdez.

Em tempos em que a população está exposta a diversos tipos de ruído, seja na rua, em casa, ou até mesmo no trabalho, os cuidados com a audição é de extrema importância. Fora isso, existem outros fatores que podem prejudicar a escuta, como o uso de medicamentos, agrotóxicos e o uso incorreto do cotonete, por exemplo.

De acordo com a fonoaudióloga Kelly Andressa Kaminski, que atua na Piccinin Clínicas Integradas, o uso excessivo de fone no volume máximo, também é um grande vilão para a audição.

Um dos grandes problemas atualmente, a maioria entre jovens, é o uso do fone de ouvido para jogos e música, com o volume muito alto. Deve-se ter o cuidado com o limite para não ultrapassar a porcentagem correta”.

afirma Kellyn.

A importância da Língua de Sinais – LIBRAS

A utilização da Língua de Sinais é uma forma de garantir a preservação da identidade das pessoas e comunidades surdas. É imprescindível que as crianças surdas e os pais estabeleçam contato com a Língua de Sinais o mais cedo possível, aceitando a surdez como diferença e a Libras como uma modalidade de comunicação.

A professora Maíra Faria Krusedlowski, que atua no Colégio São Mateus com a aplicação da Língua de Sinais, destaca a importância do aprendizado, que ela garante defender em prol da comunidade.

Eu sou uma pessoa que defende muito a Libras, que é a comunicação para os surdos. E para quem tiver interesse em aprender e buscar essa comunicação, que nos procure que estaremos sempre a disposição”.

frisa a professora.

Edinei Cruz

Repórter e Locutor da RDX FM Instagram: @edineicruzsms

Ler anterior

Prefeitura de São João do Triunfo reforma estádio municipal de futebol

Ler próxima

São João do Triunfo zera número de casos ativos da covid-19