Idoso que teria estuprado criança de 2 anos morre baleado após atacar policiais com facão em Curitiba

Um idoso, de aproximadamente 65 anos, foi baleado e morto após se recusar a atender ordens policiais e atacar uma equipe da Polícia Militar (PM) com um facão. O suspeito teria estuprado uma criança de dois anos que vivia no mesmo terreno de sua residência, na rua Bortolo Cuman, no bairro Butiatuvinha, em Curitiba. A confusão aconteceu na noite desta segunda-feira (12).

Segundo o tenente Nicola, da PM, os pais da criança perceberam que ela tinha sangramentos genitais e, na sequência, foram até o 12º Batalhão da PM para fazer a denúncia. “Os pais perceberam que essa criança tinha sangramentos genitais e perguntaram a ela o que tinha acontecido. A mesma informou que o vizinho, que mora no mesmo terreno, na casa de cima, havia oferecido doces e cometido o crime contra ela”, relatou o tenente.

A equipe do batalhão foi até o local e encontrou o suspeito apontado pelos pais da vítima. Porém, ele não reagiu bem à abordagem. “A equipe deslocou até o local do fato, onde o possível autor estava. O indivíduo não obedeceu a ordem policial de se afastar e colocar a mão na cabeça, e ainda investiu contra a equipe com um facão. Diante dessa situação, a equipe realizou um disparo contra ele, que veio a morrer no local”, contou Nicola à Banda B.

Redação Portal RDX

Redação Portal RDX

Ler anterior

São-mateuense trabalha na linha de frente em UTI com pacientes diagnosticados pela covid

Ler próxima

Polícia Civil do PR implanta sistema online que acelera identificação por impressões digitais