Equipe do CMEI Casulo se reinventa durante a pandemia

O CMEI está localizado na Rua Theodoro Toppel, 777, próximo ao Colégio Duque de Caxias. (Foto: Cláudia Burdzinski/PORTAL RDX)

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Casulo foi a primeira instituição pública em São Mateus do Sul a qual surgiu pelas damas de caridade da cidade, no local onde funcionava o postinho de puericultura destinado ao trabalho social. Atualmente o CMEI conta com 138 alunos matriculados, 14 professores além de profissionais responsáveis pela direção e coordenação.

A equipe trabalha com alunos de 4 meses a 6 anos, e neste momento, por conta da pandemia, precisaram se reinventar para abordar temas previstos de uma forma on-line.

Dificuldades da pandemia

Antes da pandemia da covid-19, quem passava pelo CMEI Casulo durante os intervalos, observava crianças brincando pelo parquinho e até mesmo atividades pedagógicas sendo feitas em conjunto, ao ar livre. Porém, há mais de 1 ano a equipe trabalha de forma remota, enviando materiais para os pais dos alunos em vídeos, sem o contato físico, tão importante para o desenvolvimento.

Ainda não estamos totalmente prontos ou adequados a essa transformação. O que não podemos é, simplesmente, ficarmos passivos e assistir a essa mudança sem participar ativamente dela. Não é fácil! Nesse momento de pandemia, o que se faz necessário ao processo de educação remota de crianças e à manutenção das escolas, é quebrar paradigmas e, às pressas, reinventar e reforçar a inter-relação da tríade da educação: a escola, o aluno e a família”,

diz Viviane Icker, diretora da instituição.

Uma das prioridades da equipe é repassar o conhecimento para a aprendizagem de forma clara e lúdica, como a contação de histórias com personagens e fundos dinâmicos.

Dois projetos em andamento um deles que com toda certeza irá trazer muitas recordações boas para toda a família é o resgate de brinquedos antigos, para alunos do infantil 4 e 5. Para os menorzinhos iniciaremos o projeto Acalanto onde as professoras irão enviar uma naninha confeccionada por elas e um livrinho, para que o minar seja acolhedor, respeitoso e intensifique ainda mais, os vínculos entre a família e o bebê.”

“O momento não está sendo fácil para ninguém, nem para as famílias e nem para o CMEI, e pensando nisso os professores estão buscando se reinventar e inovar seus métodos para que consigam alcançar ao máximo o objetivo em relação ao desenvolvimento dos alunos”, afirma a diretora.

Fundamental para a aprendizagem dos alunos é o apoio dos pais nesse caminho.

Precisamos ter a consciência de que, se todos se ajudarem, será mais fácil passar pela pandemia e realizar a educação remota das crianças. Deixo aqui nossos agradecimentos  a nossa secretária de Educação Liliane Santana a nossa diretora de departamento de Educação Infantil Emilene Guimarães que estão sempre nos apoiando e dando autonomia nos projetos. Também a nossa equipe de profissionais que são nota mil e aos pais dos alunos do CMEI Casulo que também estão dando seu melhor.”

Cláudia Burdzinski

Cláudia Burdzinski

Repórter RDX FM.

Ler anterior

Governo do Paraná antecipa toque de recolher e restringe funcionamento do comércio aos domingos

Ler próxima

Em entrevista à RDX, deputado federal Rossoni afirma projeto de recuperação para a BR-476