24.7 C
São Mateus do Sul
sábado, abril 20, 2024
InícioEducaçãoInscrições abertas para intercâmbio de professores do ensino fundamental nos EUA

Inscrições abertas para intercâmbio de professores do ensino fundamental nos EUA

Date:

Compartilhe essa notícia:

spot_imgspot_img

O Governo do Estado divulgou nesta segunda-feira (26) o período de inscrições para professores do ensino fundamental das redes de ensino pública e privada do Paraná atuarem, por três anos, em um programa de intercâmbio em cidades do estado de Utah, no Oeste dos Estados Unidos. Os profissionais selecionados irão ensinar língua portuguesa para crianças da rede pública de ensino norte-americana da 1ª à 9ª série com alunos entre 6 e 15 anos de idade. As inscrições são gratuitas e seguem até 11 de março, com início das atividades profissionais previstas para agosto.

Com o objetivo de promover a oportunidade de crescimento profissional e pessoal para os professores paranaenses, a iniciativa é parte do Programa de Educação e Imersão em Língua Portuguesa do Estado de Utah. A ação tem amparo em um memorando de entendimento firmado em 2015 entre a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti) e a Secretaria de Educação de Utah.

Conforme o edital de 2024, os docentes devem apresentar títulos de graduação de licenciatura em pedagogia, letras ou áreas relacionadas. Também é necessário comprovar experiência didática como professor de ensino fundamental durante os últimos três anos, em escolas paranaenses públicas ou privadas.

Para participar da seleção também é preciso demonstrar proficiência em língua inglesa que corresponda ao nível B1 (intermediário) do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (CEFR), padrão internacional que qualifica o grau de conhecimento em uma língua. Desde o início do programa, 48 professores foram selecionados por meio dessa parceria internacional, sendo que 40 continuam trabalhando na rede pública de ensino de Utah.

SELEÇÃO – Composta por três etapas eliminatórias, a seleção é conduzida pela equipe norte-americana de Utah. A primeira fase é a análise dos documentos enviados por meio de formulário online. Na sequência, os professores passam por entrevistas em inglês e por uma avaliação em vídeo, da experiência didática com alunos do ensino fundamental.

Os docentes selecionados atuarão no período letivo adotado nos Estados Unidos, que começa em agosto e vai até maio, com férias em junho e julho. O regime de trabalho compreende 40 horas semanais, sendo 30 em sala de aula e 10 em planejamento. Para atuar nas séries iniciais os professores devem estar aptos para o ensino de português, matemática, estudos sociais, ciências, educação física e artes. Nas séries finais, a competência dos profissionais deve compreender as disciplinas de português e cultura geral.

A coordenadora do programa em Utah, Silvia Juhas, ressalta a importância da parceria para professores e alunos. “É uma oportunidade que beneficia os professores, que podem conhecer um sistema diferenciado de ensino, aprimorar o desenvolvimento profissional e receber treinamentos e estudos relacionados ao ensino da língua inglesa; e os alunos, que podem aprender com professores nativos, que ensinam não apenas a língua portuguesa, mas também uma nova cultura com experiências diferenciadas”, pontua.

BENEFÍCIOS – A remuneração segue diretrizes definidas pelos distritos escolares de Utah. Os vencimentos variam conforme a experiência profissional e o nível de formação, começando em US$ 45 mil anuais, cerca de R$ 225 mil (bruto), para graduados, chegando até US$ 58 mil por ano, equivalente a R$ 290 mil, para doutores. Os professores terão moradia provisória por até duas semanas na residência de uma família associada às escolas.

O programa possibilita, ainda, visto de trabalho em tempo parcial para os cônjuges dos participantes do intercâmbio, além de matrícula para filhos com idade de cinco a 21 anos em escolas da rede pública. Outro benefício é o aperfeiçoamento profissional e da proficiência em língua inglesa, resultado da interação com outros profissionais das escolas e da comunidade.

Reportagem: AEN

Redes sociais

47,000FãsCurtir
13,700SeguidoresSeguir
500InscritosInscrever

Últimas notícias

spot_img

Mais visitadas