Policial federal abre fogo em posto de combustíveis, mata um e deixa três feridos em Curitiba

Um policial federal de 43 anos, abriu fogo em um posto de combustíveis e acertou quatro pessoas, no bairro Cristo Rei, em Curitiba, na madrugada desta segunda-feira (2). De acordo com informações apuradas pela reportagem no local, o homem estava com sinais de embriaguez e foi questionar um segurança que estava trabalhando no estabelecimento. Houve grande tumulto, já que várias pessoas estavam no local no momento do crime. Um motorista de aplicativo morreu e outras três ficaram feridas.

O posto de combustíveis fica na Avenida Sete de Setembro. Uma mulher foi baleada no abdome e o estado é grave. O motorista de aplicativo André Luiz Fritoli morreu na ambulância enquanto estava sendo atendido.

O tenente Filipak do Corpo de Bombeiros disse à Banda B que o cenário era de muita gente assustada e sangue pelo chão.

“Infelizmente, um deles morreu. A moça foi levada ao hospital em estado grave. A gente verificou bastante estilhaço de vidro. Ninguém soube falar exatamente o que aconteceu. Uma cena bem forte com bastante marca de sangue”, falou à reportagem.

Uma testemunha contou que o policial foi querer tirar satisfação com um segurança do posto que estava dentro da loja de conveniência.

“Ele começou a encrencar com o segurança. O vigilante, na educação, falou a ele que não devia satisfação, porque não o conhecia. Ele disse que era policial federal e que precisava da identificação. Um cliente se doeu e empurrou o autor. Que saiu com a pistola e começou a disparar para todo lado”, detalhou.

Outra pessoa disse que o policial já tinha surtado em uma casa noturna do Batel anteriormente.

“Nenhuma discussão. Simplesmente, ele entrou no posto e deu o primeiro tiro. Saiu no deck e atirou em todo mundo que estava sentado. (…) Ele saiu numa boa na frente do posto e urinou. Depois, começou a beber. A mulher que estava com ele disse que estava em um casa noturna no Batel, ele saiu alterado”, explicou.

A Polícia Militar (PM) chegou no local e prendeu o policial federal. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Curitiba. Não há, até o momento, a identificação da defesa do policial. As vítimas foram atendidas pelo Siate e encaminhadas ao hospital.

Outro lado

A Banda B fez contato com a defesa do policial que informou que só se manifestará após as investigações.

Redação Portal RDX

Ler anterior

Sete pessoas morrem e 13 ficam feridas em acidente com ônibus da saúde no Paraná

leia a próxima

Horóscopo do dia 02 de Maio (Segunda-feira)