Cidades da região se unem e montam o “Coletivo Alimenta Iguaçu”, saiba quem são e como ajudar

O Coletivo Alimenta Iguaçu é a união de um grupo de amigos residentes em São Mateus do Sul, União da Vitória e cidades próximas, sensíveis à situação de vulnerabilidade social em que várias famílias se encontram, e aprofundadas pela pandemia da covid-19, que resolveu organizar ações voluntárias para a arrecadação solidária de alimentos e sua distribuição a essas famílias.

“Buscamos também, através de encontros on-line, discutir não somente nossas ações, mas também buscarmos possíveis soluções práticas de como mitigar essas adversidades, em que estas famílias possam fazer parte do processo de construção da sua própria subsistência”, destaca o grupo.

O Coletivo estuda com a colaboração de especialistas sobre a questão da fome. “Esses profissionais têm nos orientado em algumas dessas soluções, que pretendemos ainda, futuramente começar a colocar em prática.”

No dia 29 de maio aconteceu entrega de cestas básicas, kit higiene e pão caseiro a 33 famílias são-mateuenses. Cestas estas, doadas por uma empresa de nossa cidade, doações de alimentos e em dinheiro, feitas pela população de São Mateus. A campanha também está sendo feita em União da Vitória pelos voluntários daquela cidade. “Nossa intenção, com o apoio da população de nossa cidade, é dar continuidade ao atendimento a 25 famílias ou mais, conforme as doações  e estender tais ações enquanto perdurar esta situação de vulnerabilidade das famílias, agravada pela pandemia da covid-19.”

Se você quiser fazer parte desta corrente do bem, junte-se o Coletivo. Faça a sua doação também:

Pontos de arrecadação:

  • Supermercado Vem pra K
  • Supermercado Brongiel
  • Supermercado Superpão
  • Supermercado Goll
  • Baratão Supermercados
  • Frutolândia
  • Escolas Estaduais
  • Colégio Ideal
  • Fisk SMS
  • Parceria – Grupo Escoteiro Paul Harris.
  • Apoio APP Sindicato

Redação Portal RDX

Ler anterior

APAE de São João do Triunfo recebe novo veículo no início desta semana

Ler próxima

São Mateus do Sul segue vacinando moradores de 50 anos, gestantes e puérperas sem comorbidades